DE JOELHOS

Autor: RD*

Quando tu passas todo dia em meu caminho
Em desalinho teus cabelos soltos ao vento
Se teu andar machuca em mim todos sentidos
E os coloca de joelhos a teus pés
Oh como dói esta desdita sentimento

Se soubesse de que forma chegaria a tua paixão
Eu te confesso ligeiro nem te pediria favor
De bandeja neste São João me entregaria
Como alguém que só deseja neste mundo o teu amor

Todas as brasas da fogueira que eu fiz
Nem o oceano e capaz de apagar
Somente o sim se me deres na fogueira
Será capaz de todo amor apascentar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s